Segunda-feira, 21 de Julho de 2014

Lua Vermelha – 3ªtemporada - Episódio 28 – “- Chegou aqui alguém…”

Continuação…

 

Alguns, poucos instantes depois de Martha sair, o grupo de vampiros que saiu à procura de Joseph regressa à sala. Calmos, sem qualquer indício de preocupação, algo provável já que não se fazem acompanhar pelo líder, organizam-se rapidamente com os restantes.

 

(Milan) -  Ele não está por aqui. Não o encontrámos em lado algum. – avisa, com uma voz incrivelmente doce e serena, sem qualquer sotaque.

 

Incrivelmente alto, esbelto, muito elegante e descontraído simultaneamente, Milan é um vampiro naturalmente encantador, sem exageros, cativando imediatamente com o seu olhar verde intenso, pacífico.

 

Jasmine parece ser a única a dar qualquer importância àquela beleza estúpida que acabou de chegar.  Embora a sua expressão esteja claramente a denunciá-la, nem o próprio, que se mantém distraído com os companheiros, se dá conta de que está a ser tão desejadamente observado. Victorius, ao lado da bela vampira, é o único que finalmente repara naquele fascínio inconsequente, obrigando-se a dar-lhe uma cotovelada discreta, mas suficiente para a acordar do sonho.

 

Apenas Henrique se mantém concentrado em algo completamente fora daquela sala. “Alphonzo”. Repete esse nome vezes sem conta no seu pensamento, desejando que não lhe fosse tão próximo. Tanto que se tortura mentalmente que se torna impossível não transparecer qualquer expressão.

 

Entretanto, uma discussão paira no ar, à qual apenas três, dos seis convidados, ficaram discretamente atentos.

 

Parece que Joseph não está mesmo em lugar algum naquela enorme mansão, algo que parece não preocupar ali, e, enquanto uns preferem avançar com o plano, mesmo sem o poderoso Jo, outros insistem em esperar que ele regresse, voltando a trancar os seis em algum outro lugar.

 

(Milan) – Sinceramente, acho melhor esperar! Nunca se sabe o que o Joseph pretende realmente… - afirma.

 

Esta é a última frase vinda de Milan que Jasmine tem o prazer de ouvir antes de voltar definitivamente para algum tipo de cela.

 

Já Henrique, parece nunca ter estado assim tão indiferente ao facto de voltar a ser trancado. A sua preocupação e concentração mantêm-se apenas numa única coisa. Num único nome.

 

O grupo rodeia-os, impedindo que algum deles se afaste ou tente algum ataque. A ideia não é voltar a amarrá-los, apenas voltar a fazê-los esperar num local onde não conseguirão, mesmo cheios de poder, achar qualquer hipótese de saída.

 

Afonso continua no mesmo lugar escuro e anti-vida onde foi deixado. Ainda na mesma posição, preso com fortes correntes, quase sem qualquer forma possível para se mover.

 

Mas não. Não está exactamente como o deixaram. Afonso está entre a vida e a morte, e essa é a verdadeira tortura, já que continuará ali, a viver em sofrimento, sem qualquer vislumbre da uma morte que lhe possa trazer paz. Esta é a maldição de um ser especial, de um ser verdadeiramente imortal. A sua boca está seca, e cada órgão interno parece transformar-se em pedra. A sua visão está incapacitada, tal como todos os outros sentidos. A situação é insuportável. Mais ainda quando se lembra que deixou a família para trás.

 

(Afonso) – Quem és tu?

 

Um feixe de luz invadiu o lugar quando a porta abriu. O tempo suficiente para que Martha entrasse ali, permitiu também um pouco mais de oxigénio no espaço. Afonso reagiu ao pouco que aquilo foi e fez um esforço para perceber o que se estava a passar.

 

Martha ignora o quão aquele fraco murmúrio lhe pareceu um enorme sofrimento para aquele jovem prisioneiro.

 

(Martha) – Caso consigas pensar sequer em alguma tentativa de fuga… - avisa, lembrando-se que acabou de lhe passar pela cabeça a ideia de que mesmo fraco e quase sem vida, Alphonzo ainda é um belo rapaz… - Só precisas de saber que sou a aliada mais fiel do teu inimigo! – conclui, sem mostrar qualquer pena do estado em que o encontra.

 

Martha segue cada indicação dos companheiros à risca. Assim que entrou, fechou a porta, o que faz com que o ar ali continue quase irrespirável para Afonso. 

 

(Afonso) – Por favor… - murmura, esforçando-se para encontrar forças.

 

Martha não dá importância ao quão frágil aquela voz está, mas mesmo assim não resiste a honrar o esforço do rapaz, ouvindo o que ele tem para dizer. Aproxima-se e, agachando-se para atingir o seu nível, encara-o directamente e ouve-o.

 

Afonso sacrifica-se inevitavelmente para trocar olhar com aquela presença, e pronunciar o que de mais importante tem a pedir. O azul natural dos seus olhos não dá vestígios de que alguma vez tenha sido vibrante, feliz.

 

(Afonso) – Deixem a minha família fora disto… - sussurra, deixando contrariado que a sua voz suma nas últimas palavras.

 

Martha lança-lhe um leve e detestável sorriso, atingindo uma expressão malévola. Levanta-se, sem responder, embora a sua face continue a garantir que aquele pedido seja dificilmente concretizável. Sai dali, sem pronunciar uma única palavra.

 

Afonso fraqueja, deixando-se cair, pendurado nas correntes, e desejando apenas não ter tido força suficiente para ver o que transparecia no olhar daquela vampira, a poucos centímetros do seu.

 

Luna consegue conectar-se novamente com pai. De repente, sem propósitos, sentiu exactamente o mesmo que o pai sente, naquele mesmo momento. Apenas isso.

 

Ainda ao lado de Luna, Pedro sente-a estremecer no banco de jardim. Preocupado, apenas pensa na possibilidade de ela estar a conseguir mais alguma “visão”, ou algo do género.

 

(Pedro) – O quê que se passa? – questiona, posicionando-se para a ajudar assim que necessário.

 

(Luna) – suspira – Há quem diga que sou um ser superior, inatingível, talvez filha de um Deus… - ergue um olhar triste para o amigo, confessando – Mas a verdade é que não sou suficientemente poderosa para conseguir encontrá-los… - conclui, deixando de lado a possibilidade de descrever o que sentiu.

 

(Pedro) – Nós vamos encontrá-los! – garante, sem necessidade de dizer mais nada, e simplesmente deixando que Luna o abrace, quando o impulso dela assim exige.

 

Beatriz fez questão de avisar Renato que iria ter uma conversa importante com Isabel e, claramente, não queria ser interrompida.

 

Sozinhas na cripta, e depois de Isabel ficar a conhecer cada pequeno avanço que deram assim que Alice chegou ali, ambas pensam num plano simples e não denunciável para garantir que a rapariguinha não lhes está a mentir, ou a espiar, ou mesmo que Joseph, é mesmo quem procuram.

 

(Isabel) – Ela deu-te o contacto, talvez pudéssemos fazer-lhe uma chamada “por engano”… - mais calma, lança a ideia para o ar.

 

(Beatriz) – Uma chamada?! Por engano?!

 

Isabel acena afirmativamente, tentando convencer sobre a hipótese.

 

(Beatriz) – É demasiado arriscado! – avisa. – Teríamos que inventar uma historia bem credível, uma conversa meio palerma, ou mesmo encantar um humano para o fazer… - enumera. – E nunca se sabe se anda por aí alguém atento aos nossos passos…

 

(Isabel) – A verdade é que não temos muito por onde começar… - comenta, observando a líder com um olhar suspeito, como se ainda desconfiasse de algo mais que ela possa ter para contar.

 

Beatriz capta aquela expressão, e lança-lhe outra, em contra-ataque, completamente confiável e altiva, lembrando que ambas como inimigas, podem fazer estremecer a terra. Algo que já provaram.

 

(Isabel) – Não custa tentar! – lembra, incentivando.

 

Quando Beatriz se preparava para responder, Renato interrompe-as.

 

(Beatriz) – Diz-me que é importante! – pede – Eu lembro-me do que te pedi… - comenta, lembrando-o também indirectamente.

 

Renato sorri.

 

(Renato) – Eu sei que não queriam ser incomodadas… Mas chegou aqui alguém realmente importante! – informa. - Garanto que não o vão querer fazer esperar! – avisa.

 

Continua…

 

[Espero que tenham tido uma boa leitura :D Até breve!

 

 

Bjs <3 a autora]

publicado por luaverm2temporada às 21:08
link do post | comenta aqui | ver comentários (4) | favorito

*pesquisar

 

*mais sobre mim

*arquivos

*episodios recentes

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Vampiros vs...

* VIDA DE VAMP: Vampiros vs...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Vampiros vs...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Frases Feit...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VampAtual: RUI PORTO NUNE...

* VampAtual: CATARINA MAGO

* VampAtual: ANTÓNIO CAMELI...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* FÉRIAS: Novidades e Novos...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Frases Feit...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Frases Feit...

* VIDA DE VAMP: O Amor de F...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Novidades: NOVOS EPISÓDIO...

* VIDA DE VAMP: O Amor de F...

* VIDA DE VAMP: O Amor de F...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Os vampiros...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Os vampiros...

* VIDA DE VAMP: Os vampiros...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Os irmãos A...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: ah? o que é...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VampActual: RUI PORTO NUN...

* VampActual: CATARINA MAGO

* AVISO

* VampActual: ANTÓNIO CAMEL...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Era uma vez...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Era uma vez...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Era uma vez...

* EM 2014 ...

*arquivos

*AVISO

Todos os textos publicados neste blog são apenas uma sugestão de seguimento da série da SIC "Lua Vermelha" ou forma de a recordar. Pretendo apenas dar uma continuação à história sem qualquer intenção de plágio. Agradeço a preservação de direitos de autor!

*OBRIGADO

Obrigado a todos os leitores que me seguem desde que iniciei a história para o blog "Movimento Lua Vermelha". Obrigado também a todos aqueles que me "descobriram" por acaso, e que me seguem desde então! Obrigado por alimentarem esta Paixão :)

*2ª e 3ªtemporadas

Este blog teve início com a 2ªtemporada Não-Oficial de Lua Vermelha, por Cláudia Silva. Entretanto, chegámos à 3ªtemporada! Tudo o que foi publicado anteriormente continua online :D Obrigado.