Sábado, 22 de Novembro de 2014

Lua Vermelha – 3ªtemporada - Episódio 45 – “…”

Continuação…

 

Voltou por ela. E é fixando o olhar na fachada do hotel, que ele recorda aquele ser belo, perfeito, como nunca algum dia conhecerá outro. Sabendo bem disso, fez tudo pela mudança, por estar à altura, ser digno do seu amor e nada o fará arrepender-se disso.

 

 

Uma necessidade de se sentir descontraída invadiu-lhe a alma. Luna sente-se melhor, não preparada, mas melhor. Agora quer simplesmente ser rápida, precisa de alguém com quem partilhar a sua história, precisa de apoio, e esse apoio está na mãe. Precisa de partilhar com ela, essencialmente, o que não quis com Mais Antigo no momento em que conversavam. Precisa de sentir protecção.

 

Por exigência da bela ruiva, Mais Antigo consentiu em serem rápidos no regresso, correndo competitivamente como sugeriu ela, talvez forçando uma brincadeira. Mais Antigo não se importa.

 

 

Parou por instantes, reunindo a coragem para enfrentar surpresa e desagrado sobre o seu regresso. Mantém-se ali quando a sua audição agora sobrenatural denuncia a aproximação feroz de alguém. Olha para o seu lado direito, fitando um atalho entre a floresta imensa que rodeia por ali o edifício. Duas figuras param mesmo à sua frente.

 

Os três confrontam-se num silêncio inevitável. E se num momento pareciam naturalmente três pessoas, no outro a situação permite que um deles pareça invisível e que a troca de olhares tenha apenas espaço para duas pessoas.

 

As folhas das árvores começam a agitar-se freneticamente, como se um vendaval se manifestasse em pleno Verão.

 

De alguma forma, Mais Antigo percebe que aquele rapaz, acabado de chegar, está a provocar uma autêntica confusão de emoções fortes em Luna.

 

- Controlo-te! – pede, num murmúrio dirigido apenas para a rapariga. – Pensa no momento mais feliz da tua vida, nas pessoas da tua vida… Mantém-te calma…

 

Resulta razoavelmente. A Natureza deixa de se manifestar por Luna. No entanto, esta mantém-se petrificada como o seu coração fosse assomado por uma felicidade imensa, confundida com o ódio da saudade.

 

Isabel sai à rua. Atenta o tempo todo, pressentiu a aproximação da filha. Demasiado ansiosa pelo seu regresso, à primeira vista só tem olhos para ela, aproximando-se para a abraçar. Depois, sentindo que não será correspondida, repara nele.

 

- Oh, não… - manifesta, não por desagrado, apenas por achar ser o pior momento para que ele regresse. - David.

 

Luna permanece quieta, em silêncio, numa confusão de pensamentos. David só tem olhos para ela, qualquer outra coisa é irrelevante ali.

 

 

O vampiro tem medo de dizer o que sabe, pela probabilidade de ser só um rumor, ou pelo perigo que corre em ser enganado.

 

- O que eles querem de nós não importa! – arrisca, André a refutar. – O que importa é o que nós queremos e eu quero sair daqui! – reforça, convicto, quase convencendo Henrique.

 

- E pensas que eu quero o quê? – questiona Henrique, com violência. – Pensas que eu quero ficar aqui e esquecer toda uma vida que deixei para trás sem razão? Pensas? - insiste, fora de si pela urgência de saber o que se passa.

 

- Henrique, ele não tem culpa! – intervém, Jasmine, chamando o vampiro à razão. – Ele passou pelo mesmo que nós, de certeza! – a vampira consegue captar a atenção dele, fazendo-o afastar-se de André.

 

- Ele é um novato que veio directamente para aqui depois de uns anos com o criador! Nem teve tempo de refazer a vida… - o entusiasmo e a urgência do vampiro são tão evidentes, que não há como medir as palavras.

 

André sente um imenso vazio enquanto ouve aquele rebelde e feroz vampiro falar de si sem saber nada, mesmo nada a seu respeito.

 

- É por isso que quero sair daqui! – interrompe, com tristeza nos olhos. – Porque quero a oportunidade de refazer a minha vida, de ser feliz, quero ser eu mesmo a decidir o que viver, o que fazer… - desabafa, encarando então Henrique. - Não quero viver sob as regras ninguém! Passei a minha vida inteira de humano a fazê-lo… Só estudei ciência e entrei na Luz Eterna porque era o que o meu pai e o meu avô queriam! Era o sonho deles, não o meu! – continua, aproveitando o silêncio que gerado à sua volta. – Arrependo-me de não ter sido uma criança rebelde, de nunca ter renunciado ao que sempre esperavam de mim, por ter torturado inocentes, que apesar de vampiros eu sabia que o eram, inocentes…

 

O silêncio devastador que se impôs mantém-se por mais uns instantes, enquanto o pensamento dos três é invadido por todo o tipo de recordações e ambições.

 

- Desculpa… - começa, Jasmine. – Tu tens razão e… a intenção dele não era fazer-te sentir mal! – garante, achando-se no dever de falar por Henrique, já que este parece não querer fazê-lo. – Todos nós queremos sair daqui! – assegura com sinceridade e bondade no olhar, depois, num sorriso trocista, continua a falar de Henrique. – Ele é um orgulhoso! Gosta de ser quem é! E… Deixou para trás pessoas importantes e assuntos por resolver!

 

- Podes parar de falar como se eu não estivesse aqui? – exige Henrique, sem vontade para brincadeiras, reaproximando-se dos dois. – É verdade! Tens razão e eu peço desculpa, André… - consente. – Mas eu ainda quero que fales! Já! – exige, olhando-o nos olhos.

 

- Eu não posso garantir que é a verdade…

 

- É o que tu ouviste, certo? Então pode ser verdade… – Jasmine incentiva-o.

 

- Por favor, fala! Será uma enorme ajuda! Fala! – insiste Henrique, incansável.

 

O vampiro, nervoso, pensa bem no que está prestes a fazer e, de repente, recorda que o seu maior arrependimento é não ter sido rebelde, nunca ter arriscado.

 

- Vá lá, diz qualquer coisa! – ouve-se o murmúrio do outro lado da porta. – Rápido! – persiste Brian, lembrando-os indirectamente de que não estão sozinhos naquele casarão.

 

- Ouvi o Joseph comentar com a Martha, sobre tornar-nos autênticos caçadores, mais avançados que a Luz Eterna, mais fortes que qualquer “Jaguar” e totalmente invencíveis por conhecermos tão bem o inimigo, já que somos como ele.

 

- Oh pah… – protesta Victorius, também do outro lado da porta, prevendo a ideia geral do que acabou de ouvir.

 

Henrique e Jasmine entreolham-se com incredulidade, duvidando do que ouviram e entenderam. É absurdo.

 

- Ele é louco… - murmura Jasmine, surpreendida e algo assustada, procurando na expressão de Henrique, algo que a faça acreditar que ouviu mal, que percebeu mal.

 

- Pois é! – confirma André.

 

A dúvida e o pasmo consomem-lhe a rebeldia que o movia. Henrique não quer crer. É impossível. Ninguém é assim tão louco. Alguém?

 

- Vampiros a caçar vampiros… - calcula, estupefacto, trocando com Jasmine o mesmo olhar que procura pela margem de dúvida.

 

André nada diz contra, confirmando assim, num silêncio devastador, o que ouviu ser dito pela boca do próprio Jospeh, ainda há uns dias…

 

Inesperadamente, Henrique começa a sorrir. Esse sorriso dá espaço a uma gargalhada que deixa os companheiros confusos.

 

- O que foi? – pergunta Jasmine, não querendo deixar contagiar-se por temer a loucura.

 

- Acreditas que já experimentei? – revela, ainda a rir, enquanto recorda os dias em que tentou infiltrar-se na Luz Eterna, aproveitando-se de Hélio.

 

 

- Filha! Luna! Olha para mim! Reage!

 

Isabel tem dito as mesmas palavras há minutos, num único pedido, agitando Luna,

 

- Quem é o rapaz? – questiona Mais Antigo num sussurro e cheio de curiosidade.

 

Isabel demora a responder, não desistindo da filha, querendo que ela reage e pare de se parecer com uma estátua de mármore. Nem chega a responder.

 

- David!

 

Luna antecede-se e reage finalmente.

 

Um calafrio percorre o corpo de David, transmitindo-lhe uma sensação de paz imensa, e também aquela sensação inexplicável de felicidade quando se mata a saudade.

 

- Nunca te vou perdoar por teres ido embora e nunca teres dado notícias! – garante Luna, numa voz dura e um olhar intenso que entristeçam o rapaz num ápice.

 

Continua…

 

Publicado por luaverm2e3temporada às 22:51
link do post | COMENTA AQUI | Favorito

*pesquisar

 

*Mais Sobre Mim

*Arquivos

*POSTS RECENTES

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VampAtual: Já em 2014 :D

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Por detrás ...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* OBRIGADO :D Por Apoiarem ...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Por detrás ...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* NOVIDADES: Horário e Exce...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Frases Feit...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Esta Semana: Não Percas!

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Por detrás ...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Por detrás ...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VampAtual: Onde andam ele...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Frases Feit...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Vampiros vs...

* VIDA DE VAMP: Vampiros vs...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Vampiros vs...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Frases Feit...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VampAtual: RUI PORTO NUNE...

* VampAtual: CATARINA MAGO

* VampAtual: ANTÓNIO CAMELI...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* FÉRIAS: Novidades e Novos...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Frases Feit...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* VIDA DE VAMP: Frases Feit...

* VIDA DE VAMP: O Amor de F...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Lua Vermelha – 3ªtemporad...

* Novidades: NOVOS EPISÓDIO...

*Arquivos

*AVISO

Todos os textos publicados neste blog são apenas uma sugestão de seguimento da série da SIC "Lua Vermelha" ou forma de a recordar. Pretendo apenas dar uma continuação à história sem qualquer intenção de plágio. Agradeço a preservação de direitos de autor!

*OBRIGADO

Obrigado a todos os leitores que me seguem desde que iniciei a história para o blog "Movimento Lua Vermelha". Obrigado também a todos aqueles que me "descobriram" por acaso, e que me seguem desde então! Obrigado por alimentarem esta Paixão :)

*2ª e 3ªtemporadas

Este blog teve início com a 2ªtemporada Não-Oficial de Lua Vermelha, por Cláudia Silva. Entretanto, chegámos à 3ªtemporada! Tudo o que foi publicado anteriormente continua online :D Obrigado.